Jerry Costa

Um dos maiores obstáculos para aprender inglês é entender o idioma falado. Algumas pessoas possuem mais facilidade, já outras precisam de um pouco mais de treino para desenvolver a habilidade da escuta. Mas por que entender o inglês falado parece ser tão difícil? Verdade seja dita. Sempre que lidamos com outra língua, temos certa dificuldade de interpretação, seja na fala, leitura, escrita ou na escuta, mas isso pode e deve ser solucionado por meio do comprometimento com o aprendizado e a utilização de técnicas que Continue lendo

Com a rotina agitada, muitas pessoas acabam não dispondo do tempo necessário para frequentar salas de aula e aprender um outro idioma, fazendo com que busquem métodos alternativos de aprendizagem. Mas afinal, será mesmo possível aprender inglês fora do ambiente das salas de aula e ainda por cima sozinho? A resposta é sim, qualquer pessoa com esforço e dedicação consegue aprender inglês, e o que é melhor, sem ter que gastar com matrículas, mensalidades e apostilas caras. Outra super vantagem de aprender inglês sozinho é Continue lendo

No post de hoje, vamos falar sobre o Phrasal Verb “Live up to”. Diferente da maioria das expressões deste tipo, Live up to é construído por um verbo e duas partículas e tem o significado de viver ou estar de acordo com as expectativas de outra pessoa, no sentido de estar à altura ou até mesmo superar o que é esperado. Ou seja, significa ainda “fazer jus a alguma coisa” ou “atender a alguma expectativa” ou “cumprir as promessas e as expectativas”. Contudo, para realmente Continue lendo

Muita gente se apega, ao estudar um idioma, na gramática para aprender uma nova língua. Entretanto, utilizar as regras gramaticais como base para o estudo tem suas vantagens e desvantagens. Logo, preparamos este post para ajudar a você a se decidir se vale a pena ou não utilizar este método em seu aprendizado. Lembramos que é importante que, para evoluir no inglês – assim como em qualquer outra – dosar os estudos teóricos com os práticos, buscando sempre um equilíbrio. As desvantagens de estudar as Continue lendo

Você recebe um e-mail ou telefonema daquela tão sonha empresa, para o agendamento de uma entrevista de emprego que você almeja muito. Mas daí vem o baque e a surpresa: a entrevista vai ser realizada em inglês! Antes de ficar desesperado ou quase morrer de ansiedade, separamos uma série de dicas práticas para você se sair bem neste tão temido momento – que, no final das contas, vai perceber que foi muito mais tranquilo do que você imaginava. Preparado?! 1.Conheça – e, se possível, domine Continue lendo

Sabe quando você quer expressar seus sentimentos e revelar como você está pensando? Então. No post de hoje, vamos ensinar algumas frases e palavras em inglês que podem ajudar você nesta tarefa. Vamos colocar em prática? Para revelar ao mundo o que você está sentindo, os verbos mais indicados são o feel, de sentir, e to be, de estar. Entretanto, elencamos outros exemplos para ajudá-lo na comunicação. Let´s see some examples! I feel good / Eu me sinto bem; I feel lonely / Eu me sinto Continue lendo

Quando pensamos na palavra boss, logo nos vem à cabeça a imagem de um chefe, certo? O Phrasal Verb “Boss around” se utiliza dessa associação, uma vez que conota “dar ordens”, “mandar”, “dar uma de chefe”, “controlar”, “comandar”. Embora não tenha um correspondente direto, a melhor tradução para essa expressão seria “se comportar como um chefe”, de uma maneira, ligeiramente, desagradável com os outros, com o intuito de controla-los, intimida-los e comanda-los. [+] 7 Dicas de como aprender inglês sozinho Justamente por não poder ser Continue lendo

Quando algum amigo, conhecido e familiar está num mau humor daqueles ou não acordou com o pé direito, costumamos fazer a seguinte pergunta: “o que está te fazendo mal?”. Porém, você já se perguntou se existe expressão equivalente na língua inglesa? Pois bem, não há uma frase que seja 100% correspondente a expressão anterior ou “que bicho te mordeu?” ou “o que está pegando?”, que também usamos, comumente, neste caso. Entretanto, podemos utilizar – como substituto ou no lugar – a expressão “what’s eating you?“. Continue lendo

Viajar para os Estados Unidos ou qualquer outro país que tenha o inglês como língua nativa – seja para o Reino Unido, a Austrália, o Canadá ou a Nova Zelândia – poderá ajudá-lo a dar um salto de qualidade no seu inglês. Mas não se iluda pensando que não é necessário estudar inglês – nem que seja apenas para ter uma base – antes de sair do Brasil ou que, mesmo convivendo boa parte do tempo no exterior com brasileiros, irá ser uma boa experiência. Continue lendo

Pode parecer uma situação incomum, mas estar estagnado, empacado, travado no nível intermediário do inglês – sem conseguir evoluir e dar um passo a mais na língua – é um problema muito mais frequente do que se imagina! O nível intermediário do inglês é importante para que você consiga estabelecer diálogos no idioma, porém, ele também pode denunciar a não fluência no idioma por causa da pronúncia não adequada ou da insuficiência de vocabulário e de termos no inglês. Por isso, vou dar a dica Continue lendo

Uma das dúvidas mais recorrentes de quem estuda inglês é com relação à diferença na pronúncia entre palavras semelhantes como, por exemplo, bad/bed, man/men. Sim, elas parecem iguais, mas, além da diferença de significado (man: homem / men: homens; bad: mal / bed: cama), essas palavras também carregam diferenças sutis na fonética e na pronúncia. Nossa principal dica para saber de qual delas se trata é que você preste atenção e se atenha ao contexto de cada uma das frases e não, necessariamente, à pronúncia. Continue lendo

Ao assistir a Strange Things, uma das séries americanas de maior sucesso neste último ano, muita gente irá se deparar com o phrasal verb Check off. Mas, afinal, você sabe o que ele significa e em que contexto o utilizar? Vale lembrar que phrasal verb é justamente um verbo da língua inglesa que não possui tradução direta para o português. Entratanto, check off adquire o sentido e significado de “riscar”, “tirar da lista”, “dar check”, “ticar”, “remover”, “selecionar”, “marcar”, “colocar um visto”, “tirar da lista” Continue lendo

Aprender inglês, embora seja um obstáculo na vida de muita gente, não é nenhum bicho de setes cabeças, ao contrário do que se pensa. O aprendizado de uma nova língua requer muita prática e muito treino, tendo a força de vontade e a determinação um papel primordial para isso. Hoje, vamos falar sobre os três princípios básicos do estudo do inglês, que são a repetição, variação e exposição. Deste modo, você irá aprofundar seus conhecimentos na língua inglesa e estará mais perto da tão sonhada Continue lendo

English Verbs

Break Down é um Phrasal Verb que possui vários significados. São eles, pelo menos, seis. Vale lembrar que alguns dos termos para break down não têm tradução direta para o português e, justamente por isso, é importante que você treine após ler este post, para internalizar as possíveis utilizações desta expressão, além de saber quando é possível utilizá-la. Break Down pode significar “descontrolar-se”, “quebrar”, “vir abaixo”, “desmoronar”, “quebrar em pequenas partes” e, por fim, “remover uma barreira ou um obstáculo”. Mas também pode adquirir o Continue lendo

Uma das dúvidas mais frequentes para quem está aprendendo inglês é quando se deve usar as preposições to e for, uma vez que não há uma diferença clara entre eles e, em português. Entretanto, a preposição to acaba adquirindo significado de movimento ou destino e pode ser utilizado ainda para ligar dois períodos de tempo, além de ser utilizada em situações onde há alguma comparação entre duas coisas, com verbos no infinitivo e onde seja necessário demonstrar distância. Já for é mais utilizado para finalidade, Continue lendo