Pratique inglês com poemas


A leitura – ou reading – além de ser uma atividade bem divertida, é também uma importante arma para quem quer conhecer mais profundamente uma língua. É um processo que requer muito esforço e concentração por parte do leitor, que tem que administrar o entendimento sobre o que está lendo, mentalizar imagens e ponderar as informações absorvidas. Agora, imagine utilizar tudo isso a seu favor, para aprender inglês. É trabalhoso?! É. But you can do it!

Com essa tarefa, tenha em mente que você expandirá seus conhecimentos e o vocabulário em inglês, possibilitando que você conheça novas palavras sobre um assunto que você curte ou quer aprender mais. É possível também entender como os autores escrevem e aprender com isso, claro, além de poder estudar da sua maneira e no tempo que você tem disponível.

Mesmo que você não tenha tempo suficiente disponível para se aprofundar em textos longos ou ler um livro inteiro, uma opção viável para colocar essa tática de estudo em ação é utilizar poemas, que, apesar de serem textos menos longos, também representam um desafio na tradução e entendimento do conteúdo. Sim, tratam-se de textos curtos, concisos e de rápida leitura, que não irão comprometer o seu tempo e nem demandar longos períodos de estudo.

Ao contrário dos novels (ou romances, em português), você pode ler poemas aos poucos e um a um, possibilitando que esta atividade se torne um hábito. Vale lembrar que, este tipo de estudo, irá exercitar sua imaginação e sua mente do que, simplesmente, a leitura de uma reportagem ou de uma página de jornal, por exemplo. Você vai se deparar com palavras até então desconhecidas, possibilitando expandir ainda seu vocabulário. Legal, né?

Tenha em mente que há diversos tipos de poemas: aqueles mais fáceis, outros médios e alguns mais difíceis de serem compreendidos. Por isso, você pode começar com os mais simples e, depois, ir evoluindo e desbravando os mais complicados. Observe se há muitas palavras que você não conhece no texto e que atrapalham seu entendimento sobre o conteúdo, antes de passar para a próxima etapa. Siga seu ritmo!

Desconhece alguma palavra, gíria ou expressão? Faça anotações e depois confira o significado delas no dicionário ou pergunte para aquele amigo ou familiar que manja muito de inglês. Você também pode procurar por sinônimos ou palavras correlatas. Para não interromper o fluxo da leitura, procure os significados apenas quando concluir a leitura de todo texto. Lembre-se que é melhor se manter constante na atividade, lendo um ou dois poemas por dia, do que reservar um horário cravado e fechado para desbravar este tipo de texto, para que você não se desmotive no meio do caminho. Ou seja, não deixe para estudar e ler tudo de uma vez só, faça da leitura dos poemas um hábito diário. A prática diária é como a analogia de subir uma escada: você sobe degrau por degrau até alcançar o topo. E, depois, quando você chegar lá, vai ver que realmente valeu a pena.

Apesar de ser importante e memorável, não se atenha e se limite somente aos grandes autores como Shakespeare ou Edgar Allan Poe. Com a internet, fica bem fácil localizar boas obras e autores contemporâneos que podem te ajudar nos seus estudos, além de fornecerem materiais de conteúdo para leitura. Logo, que desculpa você tem para não começar a treinar logo?

Let´s try it?!

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *